Natal dos Enfermos.

A celebração da ternura e esperança, “O Natal dos enfermos”, aconteceu no último dia 20 de dezembro, na matriz, e foi organizada pela Equipe de Visitadores de Doentes.

No início, a assembleia acolheu carinhosamente a manjedoura, onde Jesus nasceu, juntamente com as imagens de José, pai adotivo de Jesus, e Maria.

Essa celebração é uma das mais significativas do calendário litúrgico, enfatizou o pároco, Pe. Amauri Ferreira. Ela nos traz fortemente a presença daquele que muitas vezes é a única esperança dos que sofrem. Tomados pela enfermidade física, emocional ou espiritual, nele encontram a força de que necessitam, para trilhar os caminhos e adentrar no reino do Pai. “Ele”, não veio no passado, mas se faz presente entre nós, porque é Emanuel Deus conosco.

No ofertório, juntamente com o Pão e O Vinho, foram levadas até o Altar as lembrancinhas para serem abençoadas e, ao final, serem entregues participantes da celebração. Além disso, em procissão, a assembleia foi convidada a levar até a manjedoura um galho de trigo, símbolo do Pão, lembrando-nos de Belém, a “Casa do Pão” (em hebraico).

No momento de Ação de Graças, fez-se a entrada solene do Menino-Jesus, que foi posto na manjedoura – Ele que nasce e renasce a cada instante e deseja fazer morada nos corações aberto a recebê-lo, trazendo-nos esperança, alegria, confiança e misericórdia.

Ao final, num gesto afeto e fraternidade, o pároco, Pe. Amauri, se dirigiu a cada irmão e irmã enfermos, levando-lhes a imagem do Menino Deus, para ela tocassem, como que estivessem abraçados pelo próprio Divino.

Que São Camilo Lellis, padroeiro dos enfermos, interceda a Deus por nós.


Pascom - Pastoral da Comunicação da Paróquia Imaculada Conceição.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

   

   


..
 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
  Site Map