Mãe, diante da tua imagem

(Por Pe. Amauri Ferreira)


Mãe,
diante da tua imagem
contemplando teu rosto simples e suave, a face do próprio amor,
esculpido por mãos humanas, repleto de traços divinos
me surpreendo, menino, louvando e agradecendo aquele que te gerou.

Mãe,
diante da tua imagem
silenciosamente, me curvo sob a doçura do teu olhar
trazendo-lhe um pedido em favor do pequenino
que segura em tuas mãos, bendiz tua proteção, prossegue seu caminhar.

Mãe,
diante da tua imagem
compreendo a ação do Espírito, enternecido por tua santidade
transformando teu ventre no mais puro e sublime ostensório,
fecundando de amor infinito as entranhas da humanidade.

Mãe,
diante da tua imagem
exalto a imensa ternura da materna paternidade
acalentando em teu rebento a esperança do peregrino
que alimenta como destino o coração da Trindade.

Mãe,
diante da tua imagem
percebo tuas mãos unidas, suplicando por teu povo, intercedendo pelos que sofrem,
te vejo de mãos estendidas, velando pelos aflitos, acolhendo os excluídos,
abençoando famílias, jovens, crianças, idosos que sempre a ti recorrem.

Mãe,
diante da tua imagem
lembrando de meus irmãos imersos na dor, no pranto
como crianças, frágeis, à espera de acalanto, contando suas sagas,
vivendo num vale de lágrimas, que ainda hoje encharcam o teu manto.

Mãe,
diante da tua imagem
rogando pelos que padecem nos porões da miséria, mutilados pelas guerras, por tantas enfermidades
murmuro em teus ouvidos: desperte as consciências, nos faça comprometidos
com o sagrado direito à vida, resgatando a paz ferida em meio a tantas desigualdades.

Mãe,
diante da tua imagem
busco sentir teu apelo como um sopro divino aos que serviam em Caná
de coração aberto quero ouvir tua voz também dizendo: “façam tudo o que Ele mandar”
E, no pulsar do teu coração imaculado, não há porque duvidar,
tudo o que Ele disse e quer se resume num preceito, num único mandamento:
o de nos fazer amar!


Pe. Amauri Ferreira.


 
 
 
  Site Map