Paixão de Cristo e do Povo

Durante todo o período da manhã, até o início da tarde, entre orações e cantos apropriados, comunidades e pastorais deram continuidade à Vigília Eucarística realizada, que se iniciou na noite do dia anterior, no salão paroquial anexo à Matriz da Paróquia Imaculada Conceição.

Às 14 horas, todos se reuniram na Igreja para rezar a Via-Sacra. Neste ano, em razão do tema/lema da Campanha da Fraternidade, em cada uma das estações foi feita uma atualização da ‘via crucis’ de Jesus na realidade e na vida da nossa juventude. E, em seguida, fez-se a celebração da “Paixão e morte do Senhor” com a proclamação de textos bíblicos, com o beijo e adoração da Santa Cruz e com a “ceia sagrada”, a comunhão. Em sua reflexão com os presentes, Pe. Amauri Ferreira, pároco, afirmou que a liturgia deste dia deseja indagar a respeito da crucificação de Jesus nos dias atuais: “se engana quem pensa que o julgamento, a paixão e morte de Jesus ocorreu somente no passado, há 2.000 anos”, disse. Jesus continua sendo condenado e crucificado ainda hoje: na juventude, em muitas famílias, em cada uma das pessoas que a sociedade exclui e rejeita, nas vítimas de todas as formas de preconceito e de intolerâncias. Mas Ele, a cada amanhecer, também continua a nos dizer: “todas as vezes que vocês fizeram isso a um dos menores dos meus irmãos, foi a mim que o fizeram” (Mt 25,40). Ao final, todos se despediram e saíram em silêncio, tal como recomendado pela liturgia do dia.

Pastoral da Comunicação -



O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



   

   


..
 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
  Site Map