Semana Missionária: abertura

Começou a Semana Missionária Diocesana, nesta terça-feira, 16 de julho, que será encerrada no próximo dia 20, com uma missa campal (na Praça da Igreja do Paraíso, em Araçatuba), que será, ao mesmo tempo, a ‘celebração diocesana’ e a ‘celebração do envio’ dos jovens que representarão a Diocese de Araçatuba na Jornada Mundial da Juventude (23 a 28/07, Rio de Janeiro/RJ).
Na chegada, cada participante foi recebido por uma equipe de acolhida, que distribuiu um kit para a celebração: vela, porta-vela, folha de cantos e o “flyer” contendo a programação da Semana Missionária.
Pe. Edgar de Souza Lima, assessor diocesano do Setor Juventude, deu as boas vindas a todos e, repetindo o mantra: “Ó Pai, por Jesus, enviai o Espírito Santo”, levou a assembleia a se colocar em clima de oração e de abertura para acolher cada uma das intervenções preparadas para a abertura do evento.
Os jovens Diuan e Fernanda, mestres de cerimônia, com uma linguagem agradável que recorreu à poesia, a inúmeras referências bíblicas e canções, desde o início, alinhavaram a diversidade das apresentações que se seguiram, dando-lhes o tom celebrativo e de unidade. A primeira performance foi apresentada pela Pastoral da Juventude da Paróquia Imaculada Conceição de Guararapes, baseada na canção “A barca” e fez o convite: “venham, entrem em nosso barco, e avancem para águas mais profundas”. Em seguida, jovens e crianças levaram os presentes a um ‘passeio’ pelo Brasil, por meio de ritmos regionais. O grupo de bombeiros mirins fez a solene e alegre entrada das bandeiras de cada um dos Estados brasileiros, bem como o Pavilhão Nacional e a logomarca da Jornada Mundial da Juventude. Um grupo de Folia de Reis, da Paróquia Divino Espírito Santo de Araçatuba, propôs o resgate e o respeito à cultura popular por meio do “reisado”, no que foi seguido por toda a assembleia. A aclamação ao Evangelho foi feita de modo alegre e envolvente: três jovens de Birigui dançaram em homenagem à Palavra de Deus, que foi entregue a D. Sergio, bispo diocesano, que proclamou a passagem dos “jovens de Emaús”. Em sua breve e eloquente homilia, D. Sergio atualizou o entendimento do texto bíblico, alertando que “é preciso abrir os olhos para o novo”, assim como fizeram aqueles jovens que caminharam ao lado de Jesus, com ele conversaram e se deixaram questionar por suas palavras e gestos. Na sequência, todos os jovens inscritos para participar da Semana Missionária foram chamados até o altar e receberam a “bênção de envio”, em resposta firmaram o compromisso: “eis-me aqui, envia-me”. Em seguida, o grupo de jovens da Comunidade Santa Rita de Araçatuba demonstraram graça, harmonia, sincronia e leveza com a performance das mãos; tal como anunciaram os condutores da celebração, “as mãos falam por si só”. Ao final, a igreja foi iluminada pela luz das velas e a assembleia foi tomada por um momento de intensa espiritualidade, motivada pela “Oração de Taizé” e as vozes de canto-coral de um grupo de jovens da Região de Birigui.
De tudo o que se viu na abertura desta Semana Missionária Diocesana, a juventude mostrou que, quando organizada, envolve a todos com o seu dinamismo, suas habilidades e sua alegria. Todos os que lá estiveram, viveram essa rica experiência de fé e esperança que nasce de cada coração jovem.

Pascom Paróquia Imaculada Conceição de Guararapes.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

   

   

"".


 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
  Site Map