Uma nova humanidade

(Por: Pastoral Familiar da Paróquia Imaculada Conceição de Guararapes)

Uma nova humanidade deve surgir com o nascimento do Menino-Deus. E, para que isso ocorra, efetivamente, urge que comecemos preparando um terreno cheio de sementes, para que este, um dia, se transforme e fique cheio de árvores de paz.

No dia a dia de nossas vidas, temos vivido e presenciado situações de verdadeiro caos social, em que muitos de nós nos indagamos porque Deus não interfere e põe fim à maldade humana, aos desatinos dos poderosos, à intolerância dos fortes, à podridão, à violência, à pobreza extrema, à ignorância e à marginalização social.

Logo após esses pensamentos, nos vêm à mente a questão do livre arbítrio que temos, as opções que nos são dadas, pelo bem ou pelo mal. E, não sem tempo, fazemos um mea-culpa e reconhecemos que não são poucas as vezes em que, direta ou indiretamente, também somos responsáveis por alguns males ocorridos em nosso contexto cotidiano.

Nesse período de festas de Natal e de Ano Novo, em que tantas pessoas ao nosso lado, já não sentem nenhuma emoção ou alegria; outras tantas estão vivendo isoladas, tristes, pois já perderam a esperança que só a vivência de uma profunda religiosidade nos traz... é a hora exata de agirmos, no sentido de sermos verdadeiras testemunhas da fé que professamos.

Se pudéssemos demonstrar em atos, palavras e atitudes concretas o quanto Deus ama a cada um de nós, o quanto somos agraciados e iluminados, porque somos seus filhos, o quão Ele é amoroso e misericordioso, talvez pudéssemos, aos poucos, construir uma nova humanidade, assim descrita pelo poeta Thiago de Melo: “Fica estabelecida, durante dez séculos, a prática sonhada pelo profeta Isaías: o lobo e o cordeiro pastarão juntos e a comida de ambos terá gosto de aurora. (...) Por decreto irrevogável, fica estabelecido o reinado permanente da justiça e da caridade, e a alegria será uma bandeira generosa para sempre desfraldada na alma do povo”.

Todos esses sonhos de um mundo melhor dependem de nós. É nossa tarefa preparar o terreno com boas sementes, para que um dia surja essa tão sonhada humanidade nova: a do amor e da paz. Vamos, ânimo! Levantemo-nos! Nós podemos. Nós somos capazes, mas devemos contar sempre com a ajuda divina.

Abençoados sejam o Natal e o Ano Novo para todos! Que o Cristo renasça em nossos corações e que permaneça conosco durante todo o ano de 2011.

Pastoral Familiar da Paróquia Imaculada Conceição de Guararapes.


 

 

 
 
  Site Map