Feliz dias dos namorados

(Por: Pastoral Familiar da Paróquia Imaculada Conceição de Guararapes)

Feliz dia dos namorados Dia 12 de Junho comemora-se, no Brasil, o dia dos namorados. Normalmente subentende-se por namorados os casais que estão se conhecendo e vivendo um início de romance, onde há muita ansiedade de se encontrarem e viverem momentos de muitos carinhos e afagos.

Nós, da Pastoral da família, queremos sugerir aos casais casados que façam a experiência de se tornarem namorados pelo menos por um dia, relembrar aquele tempo em que um se maravilhava com o outro, quando tudo era lindo, até os defeitos eram sinal de personalidade. Tempo em que a nossa tolerância era total, tempo de apreciar a lua, de fazer e ouvir versos ou simplesmente de valorizar os olhos nos olhos, a mão na mão, de trocar juras de amor. Tempo em que nos deleitávamos com as coisas mais triviais que hoje não vemos ou nem percebemos mais.

Vamos fazer de conta que tudo está começando agora, que estamos nos conhecendo. Façamos o exercício de olhar, pelo menos por hoje, o companheiro ou companheira, mesmo de longa jornada, com olhos de ver, e ouvidos de escutar. Vamos tentar resgatar o romantismo, o encantamento que nos embalava no início do namoro, quando o coração batia forte, e a adrenalina da expectativa do reencontro tomava conta de nós.

Por que não podemos continuar a nos encantar com nossos companheiros pela vida toda? Por que com o passar do tempo essa admiração, que nos une no início, se arrefece? Por que não usamos dos mesmos recursos de sedução, que fizeram com que nos apaixonássemos? Por que não procurarmos fazer as coisas que o outro gosta só pelo prazer de vê-lo feliz?

Queridos, o amor quando verdadeiro se mantém inalterado. Pena que, com o passar do tempo que é implacável, nos esquecemos de alimentá-lo com pequenas gentilezas, de adubá-lo com carinho, de regá-lo com palavras doces, com olhares maliciosos, com beijos inesperados, com declarações de amor que todos nós esperamos ouvir.

Muitos casais se distanciam tanto que, muitas vezes, se esquecem de que aquela pessoa que está ao seu lado, há tanto tempo, é a mesma que há anos atrás, fazia seu coração acelerar e seu sangue ferver.

As barreiras impostas pelo tempo de convivência fazem com que muitas vezes, mesmo tendo vontade de demonstrar esse amor ao(à) companheiro(a), as pessoas se acanhem, porque se desacostumaram ao romantismo. Assim perdem oportunidades valiosas de se reencontrarem, de se amarem plenamente e de demonstrarem isso, um ao outro.

Queridos irmãos, façam esse propósito nesse dia dos namorados, para avivar esse sentimento maravilhoso, que talvez se encontre adormecido no fundo dos seus corações, e que só depende de vocês, despertá-lo.

Já imaginaram que delícia voltar a namorar seu cônjuge, voltar a sentir aquele friozinho na barriga ao encontrá-lo? Façam essa experiência que não irão arrepender-se. Preparem-se para receber seus maridos (ou suas esposas), se perfumem e se esmerem num jantarzinho a dois. Preparem-se, como faziam há anos atrás, afinal vocês estarão se encontrando com o homem, ou a mulher da sua vida. Façam isso enquanto é tempo, porque muitas vezes não podemos vivenciar mais esses momentos tão preciosos por já estarmos sós. Desejamos a vocês um feliz dia dos namorados.


Pastoral Familiar – Paróquia Imaculada Conceição de Guararapes

 

Mais artigos
 

".
 

Siga
Pe. Amauri Ferreira
nas redes sociais

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



 
 
  Site Map